Organização Contábil Carlos Muller

Boletim do Empresário
outubro 2010

Empreendedorismo | Práticas & Resultados

Lei das S.A. serve de norte para pequenas e médias empresas

Novas regras contábeis, que entraram em vigor este ano com a re-forma da Lei das Sociedades Anônimas, servem de norte para todas as empresas nacionais. O fato de as pequenas e médias não serem obrigadas a seguir o rigor do padrão internacional de escrituração, como estabelece a lei 11.638/07, não significa que o detalhamento de seus registros deva ser simplificado e sem critérios.

É importante ter em mente que a contabilidade bem feita, seguindo parâmetros internacionais - com demonstrativos sobre responsabilidade social e ambiental da empresa -, cria valor adicional ao empreendimento e o credencia à expansão, por atrair investimentos internos e externos. Além de ser forte aliada à boa gestão e ao sucesso da iniciativa.

Claro que a tentação é simplificar os controles. Muitas vezes até por questões de custos. No entanto, não são poucas as empresas que se arriscam em manter apenas o Livro Caixa em ordem, com suas entradas e saídas de recursos, sem levar em conta as condições legais dessa orientação. Sem considerar também que com isso deixam de contar a história da empresa, que só é possível com registros mais complexos e formais. O ativo adquirido, os investimentos, os passivos, enfim todos os acontecimentos econômicos e financeiros passam a fazer parte desse registro formal. São essas in-formações que fundamentam as decisões estratégicas das empresas.

"A globalização do sistema financeiro traz consigo muitas vantagens a quem aposta na transparência."

A vantagem da boa contabilidade aparece também na hora de pedir crédito especial ao banco, abrir uma nova linha de financiamento para projetos de maior envergadura, ou até para receber dinheiro de instituições de fomento, que apostam em iniciativas de risco. Em cada um desses casos, o balanço da empresa será avaliado e se ele não for transparente a ponto de evidenciar o potencial do negócio, as chances do recurso reduzem sobremaneira. Essas oportunidades de crescer estão soltas. Até mesmo as pequenas empresas, em algum momento, podem estar diante de uma porta que se abre para uma nova fase de prosperidade.Mas na hora H, o potencial investidor pede o balanço dos últimos anos e deixa claro que não basta apenas o Livro Caixa. A empresa que apostou na simplificação verá a oportunidade se esvaindo.

A Lei das S.A. traz esse aspecto, além de exigir um complexo detalhamento da movimentação das grandes empresas, seguindo as normas contábeis da International Accounting Standards Board (IASB). Inclusive, em alguns casos, com exposições públicas dos balanços. Porque a escrituração e as demonstrações financeiras devem estar em uma linguagem padrão, permitindo a leitura trans-parente, tanto por um investidor brasileiro como da Europa, Ásia ou EUA, evitando, assim, fraudes e especulações em bolsas, que podem resultar em prejuízos aos acionistas e perturbar o mercado.

Portanto, as alterações da Lei das S.A. foram decisivas para ampliar a entrada de capital externo no Brasil e para mudar a imagem brasileira perante o mercado externo, isso porque a contabilidade não tem importância apenas econômico-financeira, mas também social e política. Nesse sentido, todas as empresas, pequenas, médias e grandes, vão pela mesma esteira, puxada pela internacionalização da economia e pela normatização da linguagem contábil. Os empresários precisam estar preparados para essa mudança.

Em sintonia com as normas internacionais

O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) publicou este ano um manual com as Normas Brasileiras de Contabilidade (NBC T 19.41), voltadas à contabilidade para pequenas e médias empresas. Elaborado a partir de estudos que permitiram a convergência das normas brasileiras aos padrões internacionais, representados pela International Accouting Standard Board (IASB).

A NBC T 19.41 trata dos conceitos e princípios gerais da contabilidade, apresentação das demonstrações contábeis, balanço patrimonial, demonstração dos fluxos de caixa, demonstrações consolidadas e separadas, políticas contábeis, além de outros assuntos relacionados à pequena e média empresa.

Saiba mais sobre a NBC T 19.41 consultando o site www.cfc.org.br na seção de Downloads.

Empreendedorismo | Práticas & Resultados
Lei das S.A. serve de norte para pequenas e médias empresas
Prática Trabalhista | Contratos de Trabalho
Acumulo de funções - Condições para efetividade
Empresas | Gestão da Qualidade
Programas de qualidade avançam em todo o país
Finanças | Contábil
Contrato formal de serviço VALORIZA a classe e dá segurança jurídica às partes
Pessoas – Retenção de Talentos
Pacote de benefícios exige gestão profissional

Outras edições

2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010
2009
2008
2007
2006

Deixe seu email para receber nossa newsletter