Organização Contábil Carlos Muller

Boletim do Empresário
outubro 2008

Empreendedorismo | Práticas & Resultados

Encontre a chave do sucesso nas parcerias

A união traz qualidade, aumento de produtividade e redução de custos

Os grandes duetos da música (Tom Jobim e Frank Sinatra), do cinema (Fred Astaire e Ginger Rogers), entre tantos outros, mostram a importância e o sucesso que existem nas grandes parcerias. Estas também ocorrem com a mesma intensidade no setor corporativo, principalmente após a globalização. Mas como fazer com que a união entre duas empresas distintas tenha sucesso prolongado e efetivo, para ambas?

Para o consultor de empresas Faustino Vicente, a complexidade que o mundo dos negócios passou a ter com a globalização abriu enormes oportunidades de parcerias estratégicas em empresas de todos os portes e segmentos, em qualquer local do planeta. “Destaco, entre os vários benefícios, o acesso de recursos financeiros com menores taxas de juros e o aumento da produtividade. Fazer cada vez mais, e melhor, com cada vez menos”, aponta.

Um dos exemplos de maior visibilidade no mercado mundial encontra-se na indústria automobilística. Há montadoras que geraram, em torno de sua planta, um cluster de fornecedores, ou seja, um verdadeiro parque industrial para que as entregas das autopeças sejam feitas no momento da montagem dos veículos. Assim, elas ganham em qualidade, redução de frete, aumento de produtividade, significativa redução de custos, segundo Vicente.

Na hora de aliar-se com outras empresas, é preferível que essa parceria seja feita com organizações que tenham a mesma cultura empresarial. É importante que exista uma complementação das atividades de cada empresa para atingir os objetivos propostos. “No comércio, podemos citar Shoppings Centers, franquias e os supermercados, onde é fácil notar funcionários de fornecedores abastecendo as prateleiras. Na agricultura, a presença das cooperativas é vitoriosa, que migrou até para profissões liberais. A terceirização também ganhou força nas últimas décadas e não podemos nos esquecer das parcerias público-privadas”, finaliza Vicente.

Micro e Pequena Empresa

Entre os principais benefícios das parcerias está, principalmente, a redução de custos. “Este é o resultado mais palpável”, acrescenta Vicente. É por meio de uniões com outras empresas que o empresariado consegue eliminar atividades excessivas no passado e maximizar os resultados finais. Mas, quando se trata de uma grande empresa, não há qualquer dificuldade para encontrar o “parceiro ideal”. Porém, como ficam as pequenas e médias empresas neste aspecto?

Segundo Vicente, cabe aos empresários encontrar instituições ou programas destinados à realização de parcerias. Entre eles, há o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Banco do Brasil, além de cooperativas, entidades de classe, entre outras. “É possível, ainda, formar uma rede de parcerias para compras, buscar apoio de órgãos públicos que desenvolvem pesquisas científicas, ingressar em incubadoras, instalar-se em condomínios empresariais, por exemplo”, diz o consultor e também advogado.

A ACSP (Associação Comercial de São Paulo), por exemplo, é uma das entidades que estabelece parcerias que ajudam os micro, pequenos e médios associados. A prestação de serviços é uma das principais preocupações da diretoria da associação. Ela oferece serviços de gestão de crédito, com consultas de cheques e ao SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), entre outros serviços. O quadro associativo da entidade reúne empresários representantes de todos os setores da economia, tais como: industriais, comerciantes, agropecuaristas, prestadores de serviços e profissionais liberais, de todos os portes e nacionalidades.

Por isso, conhecer os seus fornecedores é fundamental para uma parceria efetiva entre duas empresas. Ao saber se a empresa parceira é idônea, é possível conquistar sucesso em conjunto. Mas tome cuidado, pois somente grandes nomes não significam uma excelente parceria. O empresário Admir Silva, proprietário de um restaurante, encontra dificuldades para receber sorvetes na sua empresa. “Já tentei duas grandes marcas, mas os produtos nunca chegam no dia correto”, diz. Dessa forma, a escolha do parceiro deve levar em conta a assistência e periodicidade das entregas, dando sustentabilidade aos serviços prestados.

Família

A parceria entre familiares também é positiva, quando realizada com equilíbrio e responsabilidade. Antigamente, criou-se uma falsa imagem de que empresas familiares são, por excelência, problemáticas. Isto não é verdadeiro. Pesquisas apontam que 80% das empresas brasileiras são familiares. Mas, para isso, é fundamental que haja o planejamento estratégico, detalhe indispensável, pois o sucesso de uma parceria depende exclusivamente dele.

Comportamento | Gestão de Pessoas
Quais os principais requisitos para contratação?
Aprender para Crescer | Gestão de Empresas
Confira outras estratégias para unidades de negócios
Empreendedorismo | Práticas & Resultados
Encontre a chave do sucesso nas parcerias
Gestão Contábil | Prática Trabalhista
Concessão de empréstimos aos empregados
Gestão Contábil | Tecnologia
TI como estratégia de gestão

Outras edições

2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010
2009
2008
2007
2006

Deixe seu email para receber nossa newsletter