Organização Contábil Carlos Muller

Boletim do Empresário
dezembro 2014

Contabilidade e Governança | Relato Integrado

Uma forma integrada de pensar e agir na geração de valor das organizações

O objetivo do International Integrated Reporting Council (IIRC) com a proposta do relatório integrado é pensar o futuro e apresentar aos stakeholders informações e estratégias que permitam uma análise mais precisa no curto, médio e longo prazo.

O relatório integrado é um documento conciso capaz de avaliar a capacidade de geração de valor das organizações, identificar os principais pontos estratégicos da alta administração e antecipar riscos e oportunidades, internos ou externos, nos negócios.

Traz uma nova abordagem de comunicação que conecta e melhora a qualidade das informações relevantes de uma organização, correlacionando os resultados, as atividades operacionais, as estratégias de negócio e a gestão dos diferentes tipos de capitais: financeiro (recursos monetários), manufaturado (edifícios, equipamentos, infraestrutura), humano (governança, lealdade, motivação), intelectual (intangíveis, patentes, reputação), natural (recursos naturais) e social (parcerias, relacionamento).

Usuários

É um avanço na forma de apresentação das informações para os usuários. Visto que as demonstrações contábeis e os demais relatórios que as acompanham, muitas vezes não expressam o valor que o interessado na organização precisa conhecer. Este formato tem trazido uma sobre carga de dados sem necessariamente agregar valor.

Um relatório integrado beneficia todas as partes que estejam interessadas na capacidade que uma empresa tem de gerar valor ao longo do tempo, incluindo empregados, clientes, fornecedores, parceiros comerciais, comunidades locais, legisladores, reguladores e formuladores de políticas.

Formato do relatório

Além dos relatórios obrigatórios por lei, como as demonstrações contábeis e as notas explicativas, as grandes empresas disponibilizam relatórios de sustentabilidade, de responsabilidade social e ambiental, de governança corporativa etc. Quando não obrigadas a produzi-los, via de regra, os relatórios publicados se resumem ao financeiro, embora com uma visão de futuro, se restringe ao capital financeiro, e não incluem os demais capitais.

Um relatório integrado deve ser mais do que um resumo de informações que constam nas outras comunicações. Não se trata de mais um relatório corporativo ou da substituição dos atuais relatórios produzidos separadamente. O relatório integrado consiste no fortalecimento do processo de produção de informações das organizações, gerando consistência e harmonia. Deve explicitar a conectividade de informações para comunicar como se gera valor ao longo do tempo.

Espera-se que, ao longo do tempo, o relato integrado se torne o padrão de relatos corporativos. As organizações deixarão de produzir comunicações numerosas, desconexas e estáticas. Isto será possibilitado pelo processo de pensar e agir integrado e pela aplicação de princípios como a conectividade de informação.

Princípios básicos

Sustentam a preparação e apresentação de um relatório integrado, os seguintes princípios básicos: foco estratégico e orientação para o futuro; conectividade da informação; relações com partes interessadas; materialidade; concisão; confiabilidade e completude; e coerência e comparabilidade.

As informações em um relatório integrado devem ser apresentadas: em bases coerentes ao longo do tempo; de maneira a permitir uma comparação com outras organizações na medida em que seja material para capacitar a própria organização de gerar valor ao longo do tempo.

Estes princípios básicos se aplicam individualmente e coletivamente para fins de preparação e apresentação de um relatório integrado. Assim, exige-se bom senso na sua aplicação, principalmente quando houver tensão entre eles (por exemplo, entre a concisão e a completude).

Elementos de conteúdo

Um relatório integrado inclui os seguintes elementos de conteúdo: a visão geral organizacional e ambiente externo; governança; modelo de negócios; riscos e oportunidades; estratégia e alocação de recursos; desempenho; perspectivas; e, base de preparação.

Proposta do relatório integrado

Apresentar como a empresa cria valor para a sociedade, mostrando quais são as suas estratégias, sua governança, sua performance e seus prospectos. O ponto central é a busca por uma informação de qualidade, integrada, confiável, consistente e comparável, a fim de que o interessado conheça o modelo de negócio para tomada de decisões corretas.

O desafio do relatório integrado não está no relato em si. Propõe que a empresa tenha uma forma integrada de pensar e agir, da tomada de decisão e das ações que focam na geração de valor no curto, médio e longo prazos.

O relatório integrado incorpora outros fatores e informações que fazem parte do conhecimento dos contadores, mas sobre os quais, tinham pouco acesso, considerando o modelo até então usado. Ao incluir os seis capitais e os princípios básicos, surge uma nova dimensão para a contabilidade, que passa a ter um olhar mais abrangente e relevante.

Contabilidade e Governança | Relato Integrado
Uma forma integrada de pensar e agir na geração de valor das organizações
Tributos Federais | Planejamento Tributário
Um conjunto de medidas para gerenciar o pagamento de tributos
Simples Nacional | Alienação de Ativos
Imposto de renda sobre ganhos de capital na alienação de ativos
Prática Fiscal | Inteligência Fiscal
A busca por caminhos alternativos para reduzir o impacto fiscal
Prática Trabalhista | Décimo Terceiro Salário
Um dinheiro a mais na mão do trabalhador e na economia

Outras edições

2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010
2009
2008
2007
2006

Deixe seu email para receber nossa newsletter